SOBERANA
NOTÍCIAS

Colchão inteligente avisa em tempo real se alguém está traindo você na sua cama

foto-1-56

[ad name="728x90"]

Uma empresa, inspirada em estudos sobre a infidelidade na Espanha, desenhou um estranho colchão inteligente, que permite você descobrir uma infidelidade do seu companheiro.

“Os Resultados dos últimos estudos sobre a infidelidade na Espanha, dizem que os espanhóis preferem usar a própria cama para fazer amor, tanto durante o dia quando a noite quando a maioria das pessoas deixa suas casas e vai para o trabalho”, disse o porta-voz da empresa Durmet, José Antonio Muiño, durante o evento de apresentação do produto.

A tecnologia chamada “Lover Detection System” consiste em 24 sensores de ultra-sons, que são capazes de capturar qualquer movimento suspeito na cama, após isto ele informa o celular da pessoa enganada imediatamente.

Ele funciona muito bem pois é um colchão camuflado com componentes eletrônicos com uma camada protetora dentro das molas, tornando-se um segredo totalmente seguro. Quando o colchão detecta um movimento suspeito, sistemas de comunicação são ativados imediatamente, enviando informações para o servidor, que processa e envia uma notificação para o dispositivo móvel que está vinculado. O tempo de resposta vai depender da frequência, intensidade e velocidade desses dispositivos.

O software instalado neste colchão é capaz de saber a posição em tempo real de cada sensor e assim mostrar um mapa 3D do colchão e descobrir a área que está recebendo maior pressão no colchão. Assim, você vai ser capaz de diferenciar os movimentos e saltos para não confundir com as crianças que possam estar brincando, garantindo 100% de confiabilidade em suas medições.

O colchão vem em dois tamanhos diferentes. O mais barato custa US$1.750, que mede 135 × 190 e os modelos mais caros chegam a US $ 2.300, que medem 150 × 200 centímetros. Infelizmente, por enquanto só está disponível mediante pedido no site oficial da empresa Smarttress.

Quer comprar este colchão? Compartilhe com seus amigos!

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.