SOBERANA
Economia

Pesquisa do ICB Facape aponta: preço do feijão cai, mas arroz está em alta

cesta-basica

[ad name="728x90"]

Durante a pesquisa referente ao mês de setembro sobre o Índice da Cesta Básica (ICB) realizada pela Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), constatou-se que a redução dos preços da banana e do feijão carioca foi responsável pela deflação nas cidades de Juazeiro-BA e Petrolina-PE. Segundo a pesquisa, em comparação ao mês de agosto, a deflação em Juazeiro foi de 0,79% e em Petrolina de 0,04%. Totalizando entre as duas cidades uma deflação de 0,47%.

O feijão vem sofrendo redução desde o mês de agosto, devido ao aumento da oferta da produção irrigada e a redução da demanda, que substituiu o produto por outros mais baratos, como o feijão preto.  Em contra partida, o aumento de outros itens como margarina, leite, arroz (em Petrolina), café e óleo (em Juazeiro) e do tomate nas duas cidades fazem com que os consumidores não percebam a deflação.

Já no mercado Internacional, o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) aponta que o café sofreu forte aumento, o que impactou diretamente o mercado interno brasileiro do café. Enquanto isso, a menor oferta de arroz gerou a necessidade de se importar o produto com custo mais elevado para os consumidores.

Indicações

Os dados da pesquisa indicam que em Petrolina, o custo da cesta básica no mês de setembro foi de R$ 333,10 e em Juazeiro, de R$ 328,17. Por isso, nos últimos meses o aumento dos preços dos alimentos continua reduzindo o poder de compra da população. Desta forma, manter as pesquisas de preços, comprar quantidades menores, observar as promoções e fazer substituição de produtos ainda é uma importante estratégia de valorização da renda da família.

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.