SOBERANA
Educação

Enem deste ano 2017 tem o menor número de inscrições confirmadas desde 2013

O Enem já tem 6,1 milhões de inscrições confirmadas, segundo dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O número é menor que o registrado nas últimas quatro edições do exame - em 2016, foram 8,6 milhões de confirmados.


O total de inscritos neste ano chegou a 7.603.290, mas nem todos confirmaram a inscrição. Ainda há 1,4 milhão de candidatos que têm até o dia 25 de junho para apresentar recurso requisitando a isenção do pagamento de taxa de inscrição, que neste ano é de R$ 82.
A isenção é concedida automaticamente para aqueles que completaram o ensino médio em escola pública, que representam 24,2% dos inscritos deste ano. Candidatos de família com renda per capita de até um e meio salário-mínimo ou que estejam inscritos no CadÚnico, sistema do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário) de identificação de famílias de baixa renda, também podem pleitear a isenção.
O número de não confirmados na edição deste ano é quase o dobro da de 2016, quando 648 mil pessoas se inscreveram, mas não pagaram a taxa de inscrição e, portanto, não realizaram o exame.Para Eunice Santos, diretora de gestão e planejamento do órgão, o aumento se deve ao fato de ser o primeiro ano em que a ficha social do candidato é batida com seu perfil no MDS, para saber se ele tem direito à isenção da taxa.
"Quem tiver direito [à isenção], terá esse direito preservado e assegurado", afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), em entrevista coletiva.Segundo a presidente do Inep, Maria Inês Fini, os candidatos que tiverem recurso indeferido não poderão pagar a taxa de inscrição, e estarão excluídos do exame. Já aqueles que pleiteiam a isenção, mas já pagaram o boleto, não terão seu dinheiro devolvido mesmo caso seja constatado que se encaixam nos critérios sociais.
ATENDIMENTO ESPECIALIZADO
Outro procedimento que mudou no Enem 2017 é o de solicitação de atendimento especializado. Neste ano, os candidatos com algum tipo de necessidade especial para a realização da prova tiveram de anexar laudos médicos já no ato da inscrição -antes, ele era levado à porta do exame.

Foram 52.270 solicitações, sendo 13 mil por deficiência física, 8.349 por deficit de atenção e 4.957 por deficiência auditiva. Além disso, foram indeferidos 5.605 pedidos. A prova em vídeo-libras, que será aplicada pela primeira vez, foi solicitada por 1.897 participantes, que receberão ainda o caderno de questões, em uma prova adaptada para deficientes auditivos.

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.