SOBERANA
Justiça

Desembargador manda soltar ex-ministro Geddel sem tornozeleira

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, autorizou nesta quinta-feira (13) que o ex-ministro Geddel Vieira Lima seja solto mesmo sem a tornozeleira eletrônica. As informações são do G1

Bello determinou que o aparelho de monitoramento sea colocado quando o político chegar a Salvador, onde vai cumprir prisão domiciliar. O desembargador já notificou a Polícia Federa da Bahia e a Justiça Federal de Brasília sobre a decisão.
A decisão ocorre porque o Distrito Federal está com tornozeleiras eletrônicas em falta. Na quarta (12), Bello autorizou a saída de Geddel do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.
Suspeito de obstrução da Justiça, o ex-ministro não poderá ter contato com outros investigados. Nesta quinta (13), o Ministério Público Federal fez novo pedido de prisão contra ele.

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.