SOBERANA
Agricultura

Mapeamento identifica mais de 1.600 sistemas de abastecimento de água na zona rural de Petrolina

Após quatro meses em campo, as equipes da Prefeitura de Petrolina concluíram, nesta semana, o inventário de poços, cisternas, açudes entre outros sistemas de abastecimento na zona rural. Ao todo, foram catalogados mais de 1.600 equipamentos no interior do município sertanejo. Com os dados, a Prefeitura pretende potencializar a oferta de água e atender com maior eficiência os moradores da zona rural que sofrem com a falta de acesso aos recursos hídricos.

Além de mostrar onde está cada sistema, o uso de tecnologias identifica a vazão e, por consequência, o potencial gerador de água desses equipamentos. O inventário ainda, segundo o secretário executivo de Desenvolvimento Rural e Irrigação, André Jackson de Holanda, ajudará na aprovação de parcerias com recursos federais como o Programa Água Doce, do Ministério do Meio Ambiente. "Já embasamos tecnicamente o subprojeto Terreiros Produtivos que foi incluído no Programa Nacional Água Doce. Nossa expectativa é de instalar, se possível, em setembro ou outubro, pelo menos duas unidades desse programa na zona rural com parceria também da Codevasf", adianta o secretário executivo.

O mapeamento teve investimento de R$ 12 mil e foi conduzido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, empregando tecnologia do Sistema de Posicionamento Global. De acordo com o órgão municipal, representa o maior mapeamento de recursos hídricos já promovido na zona rural de Petrolina. "Em outros momentos foi realizado um trabalho similar, mas não com essa dimensão. É uma ação importante que garantirá o desenvolvimento de programas que possam gerar renda para o homem do campo”, resume André Jackson.

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.