Faculdade Soberana
Fiscalização

Anvisa interdita lote de leite condensado por excesso de bactéria

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou um lote do leite condensado da marca Fazendeira nessa quinta-feira (14) por excesso de bactéria. O lote do leite condensado teve resultado insatisfatório na contagem de Estafilococos Coagulase Positiva.

A medida foi adotada depois que um laudo do Laboratório Central Noel Nutels, do Rio de Janeiro, reprovou o produto em um dos testes. O leite condensado interditado é fabicado pela empresa Baduy e Cia Ltda, de Ituiutaba (MG).
Este teste é utilizado para medir a presença de estafilococos em alimentos. 

Estafilococo é um tipo de bactéria relativamente comum, mas que pode provocar dor de barriga e vômitos. Por isso, o controle da presença deste tipo de bactéria em alimentos tem um limite rígido.

O que o consumidor deve fazer

A medida é preventiva e vale por 90 dias até que seja feita a contraprova. O recomendável é que este produto não seja consumido para evitar prejuízos à saúde, especialmente em pessoas mais vulneráveis como crianças, idosos ou pessoas que já estão doentes.

A Anvisa e as vigilâncias sanitárias dos estados e municípios são responsáveis pela fiscalização deste tipo de produto do ponto de vista da saúde. Caso o consumidor acredite que foi lesado e deseja ser ressarcido ele poderá procurar um órgão de defesa do consumidor como o Procon de sua cidade. Com informações do Portal da Anvisa.

O lote interditado é o de número 0681M1, com validade até 17/1/2018.

Por: Portal.anvisa

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.