SOBERANA
Geral

Dia 7 de Setembro – o que temos a celebrar?

É sempre bom lembrar e celebrar uma data como esta, onde se comemora a independência do Brasil. Mas será que todos nós brasileiros sabemos o real significado desta data? Seu valor histórico e social, dentro de um País de tamanha importância como o nosso? Como já dito em artigo anterior, embora a Independência do Brasil tenha sido proclamada em 7 de setembro de 1822, somente em agosto de 1825, com a ajuda da Grã-Bretanha intermediando, Portugal reconheceu, de fato, a independência do Brasil. 
Mas atualmente, essa data não tem sido nada mais que apenas mais um feriado onde os trabalhadores podem descansar um pouco de sua rotina diária de trabalho duro. Então novamente a pergunta ecoa, o que nós brasileiros, temos a comemorar no dia 7 de setembro? 
Desde 1822, onde em dezembro D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil, vários regimes se sucederam, até chegar ao Presidencialismo, em que a população pode escolher por meio do voto direto, o seu governante. No meio disso tudo o País passou por guerras, mundiais e guerras internas, passou por um duro golpe militar, e muitas pessoas inocentes morreram pela Pátria Brasil! 
Atualmente o País passa por uma crise moral sem precedentes ou registro na História! A proporção é tamanha que por vezes, muitos perdem as esperanças de que possa um dia existir uma gestão e um governo honesto, que exerça de fato a sua função, voltada para o povo brasileiro. 
Mas imagina se naquela época, em 1822, D. Pedro I tivesse perdido as esperanças e tivesse voltado a Portugal como queriam, e o Brasil tivesse retornado à condição de colônia de Portugal? Com toda certeza a situação seria muito pior do que a que se encontra hoje! 
Então, muitos podem olhar hoje para a situação de nosso País e pensar que não se tenha nada a comemorar. Mas na contramão deste pensamento, o momento demonstra que o Brasil está sendo sacudido como se estivesse num grande terremoto e a transformação está a caminho! Porém, essa transformação não deve ser somente dos dirigentes, a transformação tem que acontecer em toda população, precisa se difundir entre todos de nosso território nacional a consciência de que o bem público é de todos! 
Tudo que é público é de todos os brasileiros, e todos tem a obrigação de zelar pelo bem público! A prática de corrupção, tão atacada e perseguida atualmente está encrustada dentro da mente da maioria dos dirigentes, de seus funcionários, nas empresas que aceitam participar de esquemas de propinas e desvios de verbas e tantas outras ações que dilapidam o bem público e prejudica a toda a população brasileira, e também está presente na própria população que vende seu voto, que busca favores aos dirigentes públicos! 
O cuidado ao patrimônio público, ao bem público, ao dinheiro público é obrigação de toda a população brasileira! No momento em que toda a população tiver essa consciência clara e fixa, o país iniciará uma nova fase! Em 1822 quando Dom Pedro declarou a Independência, não conhecia as dificuldades do futuro, mas com certeza, tinha em mente uma nação independente e próspera! 
Pela evolução política, hoje a população tem nas mãos o poder de escolher os dirigentes e cobra-los compromisso, dedicação e honestidade! E tem o poder de influenciar nas decisões a serem tomadas por esses mesmos dirigentes! Eles estão lá para cuidar do que é de todos os brasileiros, cuidar dos interesses da coletividade, não a serviço de interesses pessoais! Brasileiros, aprendamos a votar, aprendamos a cobrar daqueles que estarão no poder por meio do voto! 
Agigantemos-nos! 
Não durmamos em berço esplêndido!
 Feliz 7 de setembro!
Por: Kelma Carrenho - Advogada com Especializações em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho e Direito Processual. (kelma.advogada@hotmail.com).
Via: O Progresso

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.