DRAVEL
Juazeiro - BA

Uma epidemia de muriçocas atormenta moradores de Juazeiro, Bahia

A muriçoca já é uma epidemia em Juazeiro-BA! 
Moradores de Juazeiro, norte da Bahia já não suportam mais a situação onde tem de conviver com tanta Muriçoca. Parece que toda Muriçoca do Vale do São Francisco escolheu Juazeiro para tirar o sossego da população.  


Veja abaixo relato e vídeo de uma moradora que recebemos via WhatApp:
Sabem o que eh isso? MURIÇOCA isso mesmo MURIÇOCA, esqueci a porta aberta por alguns minutos, apenas enquanto tirava a roupa do varal e olha como ficou minha casa, tomada por Muriçocas. Infelizmente essa é a realidade de nossa cidade, Juazeiro-BA. Não temos mais a liberdade de abrir nossas portas e janelas, assistir tv, receber uma visita, sem passar por esse constrangimento! Um absurdo, uma falta de respeito!

Pois tá aí um pedido de socorro. Agora resta apenas que os órgãos competentes de Juazeiro resolva.

A população também precisa se conscientizar, quando se jogar lixo nas ruas e em terrenos baldios acaba atraindo muita Muriçoca.  

Enquanto as autoridades não amenizam o problema das Muriçocas, veja algumas dicas caseiras para afastá-las:
  •  Uma opção é instalar telas com velcro ou moldura de madeira pois, assim, podem ser retiradas com facilidade quando não forem necessárias.
  • Solução com cravo e álcool: Colocar 100g de Cravo da Índia em 100 ml de álcool. Deixar curtir por 3 a 4 dias e então, colocar em um difusor ou espirrar com borrifador nos cantinhos do quarto.
  • Ferver cravo. Colocar cravo para ferver com bastante água, tipo um chá. Deixar a água fervendo até o cheiro de cravo tomar conta da casa.
  • Repelente natural feito com álcool e cravo. Misturar 500ml de álcool, 100ml de óleo de amêndoa e cravo da índia (um punhado). Colocar tudo em um recipiente fechado e deixar repousar por alguns dias, mexendo a mistura de manhã e à tarde. Depois, aplicar no corpo. Importante se for aplicar em crianças: como é algo que será aplicado na pele, sugiro checar antes com o pediatra se ele autoriza. Principalmente por conter álcool e a pele das crianças ser muito sensível a esse tipo de produto.
  • Repelente eletrônico. Há uns dispositivos que você liga na tomada e eles emitem um som que somente os mosquitos escutam, os humanos não. Como esse barulho incomoda, eles fogem. Infelizmente, não conheço nenhuma marca para indicar (importante: algumas mães relataram que tem a impressão de que o bebê/criança escuta o som, que só o adulto não escuta, e que isso incomoda).
Essas dicas são apenas para amenizar o desconforto afastando um pouco as Muriçocas.

Edição: Divulga Petrolina - Nelson Fontes
Email: divulgapetrolina@hotmail.com

Editor: Nelson Fontes

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.