Comunidades rurais afetadas pela seca comemoram chegada da água no semiárido baiano

Hoje

Home Top Ad

PROPAGANGA

15 de out de 2016

Comunidades rurais afetadas pela seca comemoram chegada da água no semiárido baiano

sertao

[ad name="728x90"]
A água na torneira de casa chegou para mais de 17 mil baianos moradores da zona rural de Juazeiro, região Norte do estado - um alívio para a população em meio a um cenário de estiagem prolongada. São cinco sistemas simplificados de abastecimento implantados pela Codevasf que captam água através de flutuantes instalados à jusante da barragem de Sobradinho. Depois de tratada, a água é distribuída para comunidades rurais localizadas a até 15 quilômetros da margem do rio São Francisco.


Na localidade de Sabiá I, em Juazeiro, mora a família da dona de casa Maria Aparecida Siqueira da Silva. No local, o sistema já foi concluído e está em pleno funcionamento. Ela conta que esperou muitos anos para ter água dentro de casa.“Antes, a gente ia buscar água no rio ou em cacimbas, quando chovia. A água do carro pipa, quando vinha, só era suficiente pra gente beber e cozinhar. Eu esperei quase trinta anos para ter água tratada na torneira. Hoje está muito bom”, afirma.


A família do estudante Wesley dos Santos, de 23 anos, também foi beneficiada com o sistema. Ele conta que antes era preciso caminhas mais de dois quilômetros para buscar água em baldes. Com a chegada da água na torneira de casa tudo mudou.


“Com a chegada da água, nossa vida melhorou muito”. No pátio, um pé de mamão divide o espaço com uma cozinha improvisada, onde Wesley semanalmente lava a louça após as refeições”, conta.


O aposentado Antônio Soares da Silva, morador da comunidade de Sabiá II, também reconhece os benefícios que a água encanada trouxe para a população.

“Antes da chegada do sistema era só sofrimento. Quando o riacho secava a gente

tinha que ir pegar no rio São Francisco para poder beber uma água melhor”, conta o agricultor de manga.


A operação e a manutenção dos sistemas são feitas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE). Ao todo, foram 2.410 ligações domiciliares, um investimento de mais de R$ 16,8 milhões do governo federal.

PUBLICIDADE

Pages