Júlio Lossio é entrevistado pela TV JC e mostra suas propostas para Pernambuco; confira em vídeo - DIVULGA PETROLINA

Hoje

Home Top Ad

PROPAGANGA

17 de fev de 2018

Júlio Lossio é entrevistado pela TV JC e mostra suas propostas para Pernambuco; confira em vídeo

Durante entrevista à Tv JC,  nesta sexta-feira, 17, o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, mostrou suas  propostas para Pernambuco, já como candidato da Rede.
Temer e seu governo
Lossio aproveitou a oportunidade para dizer que se afastou do governo Temer, e que Michel fez errado em derrubar quem guiava o cavalo  e tomou seu lugar. Nesse caso se referindo ao golpe idealizado pelo o atual presidente. “Nós nos fastamos. Temer cometeu um erro. Estava na garupa e assumiu o posto de cavaleiro. O garupa protege o cavaleiro, e ele o derrubou “, disse.
Pernambuco quer mudar
Lóssio criticou  o grupo da oposição. “Pernambuco quer mudar”, a quem batizou de “Pernambuco quer voltar”, e ainda afirmou que: ” Todos eles governaram Pernambuco por 20 anos. Eu sou o único que não esteve ao lado do PSB”, desabafou.
Governo paulo Câmara
Paulo Câmara para Lossio, tem um governo de avaliação ruim. E acrescentou que o governo Câmara, investiu em áreas de maneira equivocada, e ainda disse que o governo tem que está perto dos municípios .” A avaliação do governo é ruim, e investiu de maneira equivocada em algumas áreas. Ou colocamos o governo perto dos municípios ou não dá certo”, frisou.
Ou o céu ou nada
O médico foi perguntado se haveria possibilidade de se fazer aliança com o PSB, caso a Rede queira, e se quiser,  como ficaria sua situação. Nesse ponto , ele foi objetivo e disse: ” Ou o céu ou nada! Se eu não estiver no céu,  não serei candidato”, se referindo a uma possível  candidatura  a deputado.
Lula
O pré-candidato, ainda, identificou um fator que será decisivo para as eleições deste ano, e já incorporou no seu discurso. “As pessoas começam a sentir saudade da época que Lula estava no poder”, disse.
O médico candidato da Rede,  defendeu a diminuição da máquina pública do Palácio para ampliar áreas estratégicas do social. Segundo ele, das 22 pastas que existem no atual governo, em uma futura gestão sua seriam apenas 10. “Não precisa de tanta gente no Palácio. Precisa de mais polícias, agentes de saúde”.
As coisas começam a esquentar, e daqui para frente , não será diferente.
 Confira a entrevista:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Pages