Polícia Militar é recebida a tiros em uma roça de maconha no município de Abaré, Bahia - DIVULGA PETROLINA

Hoje

Home Top Ad

PROPAGANGA

10 de abr de 2018

Polícia Militar é recebida a tiros em uma roça de maconha no município de Abaré, Bahia

Segunda-feira 09/04/2018, por volta das 16h, policiais militares da 4ª CIA do 20° BPM se deslocaram até a Fazenda Acarú, no município de Abaré, Bahia, para averiguar uma possível roça de maconha. 
Através de ações de inteligência que sinalizaram a existência do cultivo da cannabis sativa (maconha) no local. Os militares encontraram a roça de maconha com aproximadamente 40 mil pés da droga. Ao chegarem no local, foram recebidos a tiros por parte de quatro criminosos; o que obrigou ao revide à resistência. 
No confronto um dos agressores foi baleado e com ele foi apreendido um revólver Rossi, calibre 22, numeração 419960, com capacidade para sete tiros, com duas munições deflagradas, duas intactas e três picotadas. Os outros se embrenharam na Caatinga, como estava escurecendo, parte dos policiais por prudência, mantiveram posição na roça, e outros transportaram o baleado para o hospital Municipal de Abaré, onde foi atendido com vida pelo médico de plantão, contudo, o resistente evoluiu a óbito. 

O fato foi informado na delegacia para adoção das medidas próprias. Foi registrado a ocorrência, e formalizado o auto de resistência. Aos policiais militares que permaneceram no local do confronto e do plantio da maconha, se juntaram outros policiais que realizaram a varredura no perímetro com o intuito de localizar os outros três criminosos, porém sem êxito. 

Na manhã desta terça-feira 10/04/2018, o indivíduo que veio a óbito foi identificado por Ataide Alves Pereira, vulgo "Gago". A pesquisa no Banco Nacional de Mandados de Prisão, do Conselho Nacional de Justiça, foi constatado existir dois mandados em aberto em desfavor de Ataide Alves Pereira, sendo um por formação de quadrilha ou bando e o outro por homicídio qualificado e tentado. 

Foi promovido a erradicação e incineração dos quarenta mil pés de maconha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Pages