Belém do São Francisco 115 anos, onde no momento não tem muito o que se comemorar - DIVULGA PETROLINA

Hoje

Home Top Ad

PROPAGANGA

7 de mai de 2018

Belém do São Francisco 115 anos, onde no momento não tem muito o que se comemorar

Belém do São Francisco, nesta segunda-feira (7) chega aos 115 anos de Emancipação Política, onde no momento não tem muito o que se comemorar.

Uma cidade quase parada no tempo, com pouca evolução. Cidade que só está de pé por causa desses empreendedores como: AGRODAN, ATEL, CASA e COMPANHIA e outros aqui não citados. A cidade também conta com um dos mais importantes ícones, a Faculdade FACESF.

Os belemitas convivem com uma política estacionada que não atrai mais nenhum benefício para a cidade. Sai prefeito, entra prefeito, mas só promessas.

Por isso quem está de parabéns pelos 115 anos é o povo (guerreiro) belemita. Merecidamente todos os aplausos.

O QUE AINDA NOS RESTA...

Na economia
Hoje se destaca por sediar a maior exportadora de manga do país.

Na educação
Mantém-se como polo irradiador, contando com duas faculdades que atendem as cidades circunvizinhas e outros estados como Bahia e Alagoas, oferecendo cursos de bacharelado e licenciatura.

Na cultura
Suas manifestações culturais também estão vivas e presentes no cotidiano da cidade, seja no exercício de expressões artísticas como música, pintura, literatura, teatro ou nos festejos religiosos e populares, como o carnaval com seus bonecos gigantes Zé Pereira e Vitalina, os primeiros do Estado de Pernambuco e possivelmente do Brasil.

Força, esperança, dias melhores virão!

Por: Nelson Fontes

4 comentários:

  1. Como disse um grande filósofo belemita "é um câmbio de atrasado nesse Belém do São Francisco, e esse prefeito que entrou agora veio mandado do inferno do satanás!"

    ResponderExcluir
  2. Gustavo não soube acabar com Belém tiveram que convocar um "professor" esse sim sabe como acabar uma cidade

    ResponderExcluir
  3. Belém já não estava em uma boa situação e com a chegada do "professor" esse veio mandado do inferno pra acabar com o restava dessa pobre cidade. Volta de onde veio professor veaco, pague os pais de família que precisa desse dinheiro para o sustento da família

    ResponderExcluir

PUBLICIDADE

Pages