Policial atira em cantor dentro de padaria durante discussão, em Teresina-PI; veja o vídeo - DIVULGA PETROLINA

Hoje

Home Top Ad

PROPAGANGA

17 de mai de 2018

Policial atira em cantor dentro de padaria durante discussão, em Teresina-PI; veja o vídeo


Uma discussão dentro de uma padaria na avenida Presidente Kennedy, zona Leste de Teresina, deixou o cantor Saulo Dugado ferido a bala. Um vídeo do momento da briga foi divulgado nas redes sociais e mostra o momento que dois homens começam a discutir, a trocar agressões e depois é possível ouvir dois tiros. O cantor estaria discutindo com um policial. 
O fato aconteceu por volta das 9h30 desta quinta-feira(17). Policiais militares do 5º Batalhão estão no local. O tiro foi na perna, o cantor foi socorrido e encaminhado para o hospital particular. 

No vídeo, é possível ouvir que o cantor dizendo para o policial atirar e este pedindo para que ele respeite a mulher (que seria uma funcionária). O cantor levanta uma cadeira e ameaça jogá-la quando é surpreendido por golpes do policial. Os dois trocam agressões e instantes depois o policial saca a arma e dispara duas vezes. 

Uma das testemunhas, que não quis se identificar, disse que o cantor que estaria destratando os funcionários, que chamava o local de “cabaré” e o policial armado foi defender os funcionários. Outra testemunha relatou que a confusão iniciou quando o cantor não encontrou guardanapo na mesa e começou a reclamar com a garçonete e o gerente interveio. O cantor teria se alterado e começado a xingar o estabelecimento, chamando de “cabaré, e uma senhora  disse que era para ele respeitar o local, pois tinha gente de bem. Saulo teria então começado a falar palavras de baixo calão para a mulher e foi quando o policial entrou na discussão.

O tenente coronel Iran Moura, comandante do 5º BPM, esteve no local e informou que foram solicitadas as câmeras de segurança. Eles continuam em busca de informações.  

O gerente da padaria, identificado apenas como Josefran, prestou queixa no 5º Distrito Policial (bairro São João) onde já foi ouvido. Ele teria relatado toda a situação. O depoimento aconteceu no final da manhã. De acordo com o delegado Francisco Rodrigues, titular do 5º DP, os depoimentos das testemunhas devem ser tomados até esta sexta-feira(18). Ele também aguarda a apresentação do policial militar e da vítima do disparo. “Sabemos que ele está no hospital, mas vamos esperar ele comparecer, caso não venha será intimado”, destacou. 

Por: Cidadeverde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Pages