O 2° BIEsp chega para reforçar a segurança em Petrolina e no Sertão do São Francisco

Hoje

Home Top Ad

PROPAGANGA

3 de jul de 2018

O 2° BIEsp chega para reforçar a segurança em Petrolina e no Sertão do São Francisco

Nova unidade atuará no combate às diversas modalidades criminosas no Sertão

A partir desta terça-feira (03/07), os moradores do Sertão do Estado passam a contar oficialmente com um novo tipo de policiamento na região. O 2º Batalhão Integrado Especializado (2º BIEsp) vai atuar nos municípios sertanejos com serviços especializados, que, até o ano passado, só estavam presentes na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Seguindo o modelo de atuação do 1º BIEsp, implantado na cidade de Caruaru em 2017, o 2º BIEsp terá um efetivo de 200 policiais militares, divididos em quatro companhias especializadas: Choque, Radiopatrulha, Motopatrulhamento, Trânsito e Companhia Indendente de Policiamento com Cães (CIPCães). O objetivo é reforçar o combate a diversas modalidades de crime na Área Integrada de Segurança 26 (AIS-26), composta pelos municípios de Afrânio, Petrolina e Dormentes, além dos municípios de Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista, que pertencem à Área Integrada de Segurança 25 (AIS-25).

“Desde a instalação do 1º BIEsp, em Caruaru, no mês de novembro do ano passado, o Agreste tem conseguido manter uma curva criminal decrescente. Só nos cinco primeiros meses deste ano, a queda dos homicídios na região ultrapassou a marca dos 26%. No Sertão, que também tem apresentado queda na criminalidade, esperamos fortalecer e ampliar essa tendência de redução com o intuito de devolver a sensação de segurança aos moradores”, diz o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

Além de fortalecer o combate a crimes como tráfico de drogas, assaltos, porte ilegal de armas e desarticulação de grupos de extermínio, o 2º BIEsp também atuará de forma preventiva no patrulhamento rural e de trânsito nas diversas rodovias estaduais que cortam os municípios sertanejos. Também terá papel importante nas ações de pronta resposta, contribuindo para desmobilizar quadrilhas de assaltos a carro-forte e a instituições bancárias que atuam em cidades da Região.
“A região do Sertão do São Francisco se diferencia pela proximidade a outros estados, principalmente nas divisas com Bahia e Piauí. Por isso, também buscaremos atuar de forma integrada com órgãos de segurança desses estados, assim como serviços federais, fortalecendo a desarticulação de grupos que tenham atuação interestadual”, explica o comandante do 2º BIEsp, tenente-coronel Flávio Bantim.

Subordinado à Diretoria Integrada Especializada (DIRESP), o 2º BIEsp faz parte de um pacote de ações do Governo de Pernambuco para descentralizar e fortalecer a atuação da segurança pública em todo o Estado. Assinado em dezembro do ano passado pelo governador Paulo Câmara, os decretos garantiram a criação de novas unidades para o Corpo de Bombeiros e as Polícias Militar, Civil e Científica.

Desde então, já foram inaugurados novas Delegacias de Repressão ao Narcotráfico em nove municípios pernambucanos; unidades de Polícia Científica em Garanhuns, Afogados da Ingazeira, Arcoverde e Ouricuri; novas estruturas do Corpo de Bombeiros em Surubim, São José do Egito e Pesqueira; a 11ª Companhia Independente da Polícia Militar (11ªCIPM), de Lajedo, a 10ªCIPM, de Tamandaré, e a 9ª CIPM), em Araripina. Em julho, entra em operação o 26° Batalhão, em Itapissuma, beneficiando os municípios do Litoral Norte.

NOVAS MOTOS– Para garantir agilidade nas ações de pronta resposta, o 2º BIEsp foi uma das unidades contempladas com novas motocicletas adquiridas pelo Governo do Estado. O batalhão recebeu 12 motos Honda XRE 300 cilindradas, que serão utilizadas no patrulhamento ordinário pelo efetivo da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) e três motos BMW 700 cilindradas, que serão utilizadas em conjunto com viaturas quatro rodas na fiscalização de trânsito urbano.

Esses veículos fazem parte de um conjunto de 700 motos que foram adquiridas pelo Governo, com o intuito de reforçar a estrutura operacional da PMPE no combate à criminalidade. Destas, 373 já foram entregues. A expectativa é que, já no próximo mês de julho, as demais motocicletas sejam disponibilizadas ao efetivo pernambucano.

Por: Acessória de comunicação social da PMPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Pages