Defesa Civil faz balanço das ações devido os transtornos da chuva deste domingo

Durante o dia dessa segunda-feira (17), o secretário de Ordem Pública e Segurança Cidadã Jota Santos, que também atua na coordenação da Proteção e Defesa Civil de Petrolina, percorreu com sua equipe pelos pontos que foram mais atingidos pela chuva que caiu na cidade neste domingo.>

A chuva atingiu mais a zona Leste, que recebeu por volta de 120 milímetros de chuva, segundo os dados do Instituto de Pesquisa e Metereologia da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf). As áreas mais atingidas foram o bairro Antônio Cassimiro, Viaduto Barranqueiro, bairro São José, a comunidade do Jatobá e o centro.

O trabalho foi realizado por uma equipe mista composta pela Defesa Civil, Infraestrutura, Secretaria da Cidade e Habitação, com visitas feitas nos locais onde apresentaram problemas para analise das providências a serem tomadas. No condomínio Vila Verde, no Antônio Cassimiro, a chuva provocou a queda de um muro de 80 metros. Muita água e lama invadiram alguns apartamentos. A equipe da Defesa Civil construiu uma proteção ao barranco de areia com lonas, com o objetivo de evitar que a água arraste mais terra para dentro do condomínio. Uma viatura permanece no local para garantir a segurança dos condomínios localizados nesta área, já que o muro encontra-se aberto.

O coordenador da Defesa Civil confirmou até o momento uma família está desabrigada e uma desalojada. “O caso da família desabrigada trata-se de uma casa que desabou parcialmente e o que ficou de pé corre risco de desabar a qualquer momento. Residem nessa casa seis pessoas, sendo dois adultos (pai e mãe) e quatro menores, no centro, na rua Mário Melo. Estamos buscando uma maneira de conseguir um aluguel social para que a família fique em local seguro”, relatou.

“E quanto a família que está desalojada, na rua Chico Mendes, confirmamos na parte da tarde que essas pessoas iriam para casa de um parente mais próximo, até que a situação seja resolvida”, completou o secretário Jota Santos.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar