Carnaval 2015 de Belém do São Francisco, Raimundinho será o grande homenageado

A escolha deve-se pela sua alegria contagiante e seu amor incondicional ao município e suas tradições.

A prefeitura de Belém do São Francisco anunciou, na última sexta-feira (16), que Raimundinho será o grande homenageado do Carnaval 2015. A escolha, segundo os organizadores, deve-se pela sua alegria contagiante, seu exemplo de superação e seu amor incondicional ao município e suas tradições.

Raimundo Nonato Coelho Caribé, mais conhecido como Raimundinho, tem 54 anos e é natural de Belém do São Francisco.

Filho do saudoso Juiz de Direito Dr. Elísio Cantarelli de Carvalho Caribé e da inesquecível educadora Júlia Coelho Caribé (Dona Julinha), Raimundinho recebeu, desde cedo, grande incentivo da sua mãe. Foi ela que se encarregou da sua educação, abrindo os caminhos para que ele se tornasse um verdadeiro cidadão que muito orgulho daria à família e à sociedade.

Caricatura de Raimundinho e a marca oficial do Carnaval de 2015

Assim, mesmo contra os paradigmas da época, sua mãe o colocou para estudar na Escola Tercina Roriz e a participar ativamente da vida em sociedade.

Dessa forma, foi-se revelando um líder e tornando-se um jovem atuante que participava de todos os movimentos socioculturais e religiosos da nossa Belém. Com a garra e a dedicação de sua querida mãe, Raimundinho foi incentivado a estudar, assiduamente, o que o fez concluir o Curso de Auxiliar de Escritório e de Contabilidade, na Escola Tercina Roriz, vindo, depois, a ser bibliotecário no Centro de Ensino Superior do vale do São Francisco- CESVASF.

Além disso, teve aulas de teclado, de informática, de pintura, enfim, foi incentivado a cultivar as artes, destacando-se nas apresentações em público, quando tocava algumas músicas com muita tranquilidade e sensibilidade. Na pintura, retrata, em telas, as belas paisagens de sua querida Belém.

Desta forma, Raimundinho se integrou tão naturalmente à sociedade belemita, que já fazia parte da vida da cidade, principalmente, da vida religiosa, pois tornou-se catequista, integrante do Grupo de Jovens, do Movimento Carismático, do Coral, da Associação do Coração de Jesus, do Terço dos Homens, enfim, de todos os movimentos mais importantes da Igreja. Mas, além dessa participação na vida cultural e religiosa.

Raimundinho sempre se destacou nas festas, principalmente, nos carnavais, quando foi considerado, por vários anos, como o maior folião belemita, nos Bailes do Oásis Clube e, mesmo quando teve que se ausentar de Belém, após a perda de sua querida mãe, jamais deixou de participar do Carnaval belemita, chamando a atenção pelas belas fantasias que, a cada noite abrilhantava a festa de Momo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar