Vereador de Petrolina diz que indicações de professores e gestores do Nova Semente são feitas por parlamentares

Por: Arthur Cunha

Sem a menor cerimônia, o vereador de Petrolina, Elias Jardim, afirma, em um áudio de WhatsApp, que são dos parlamentares da base do prefeito Miguel Coelho as indicações de professores e gestores para o programa Nova Semente. Na mensagem, que vazou hoje, Elias justifica a exoneração de uma mulher que ocuparia um cargo comissionado porque essa pessoa não teria lhe dado “satisfação” e o teria tratado com “desprezo”. Procurada, a Prefeitura não se pronunciou até o fechamento desta matéria.

“Está saindo porque nunca me procurou. Nunca considerou a indicação. Então, não serve para mim. É isso que está acontecendo. Não é só com ela; é com muitas aqui. Vou tirar porque nunca respeitou o vereador. Nem bom dia dá”, queixou-se Elias Jardim, mostrando que estava decidido. “Não respeita, não considera. Acha que caiu de paraquedas. Se a gente indicou, essa pessoa deve satisfação a gente. Se não tem consideração, não serve”, disse.

Em seguida, o vereador reclamou que as pessoas só o procuram para pedir emprego. Depois falou que não iria “sustentar ninguém de graça”, sem, no entanto, revelar de quem estava falando. “Por isso que ela está na lista para sair. Porque nunca me visitou; nunca perguntou nada; nunca veio aqui. Todas elas sabem que professor e gestor é indicado por vereador. A ausência, o desprezo… então vai sair. Estou trocando para botar pessoas de confiança, que me respeite, me considere”, encerrou Elias.

Até o momento o vereador Elias Jardim não se pronunciou sobre o assunto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar