Polícia Militar de Pernambuco emite nota oficial sobre vendedor de Acarajé que acusa 2º Biesp: “Eles desacataram e agrediram o efetivo

Após relato de uma vendedora de acarajé onde afirma terem sido vítima de ação truculenta do 2º BIEsp de Petrolina, onde afirma que ela e o esposo retornavam do trabalho com um colega responsável pelo delivery, quando por volta de 23h uma viatura do 2º BIEsp deu ordem de parada ao esposo, que parou em frente de sua residência.

Ela relata que a partir desse momento, que foram vítimas de uma série de abusos por parte dos PMs.

Abaixo segue uma NOTA Oficial da 5ªEMG da PMPE

A Polícia Militar esclarece que, de acordo com o comandante do 2º BIESP, policiais militares estavam em rondas, na última segunda-feira (06), para a captura de suspeitos de assaltos, no bairro do Caminho do Sol e adjacências.

Ao chegarem no bairro Vila Eulalia, visualizaram um veículo suspeito, ao dar ordem de parada, o motorista não obedeceu. O efetivo fez o acompanhamento que só parou em frente a uma residência, ao desembarcar o condutor e passageiro não obedeceram a ordem para que fosse realizada a abordagem pelos PMs.

Eles desacataram e agrediram o efetivo. Todos envolvidos, policiais e suspeitos, fizeram exame de corpo de delito e em seguida foram encaminhados para a Delegacia de Plantão para serem adotadas as medidas cabíveis.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMPE (5ªEMG)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar