Educação de Petrolina conquista liderança entre grandes cidades no Idepe e Miguel destaca avanços no ensino público

Petrolina voltou a se destacar como referência em ensino público municipal. Após obter resultados inéditos e o topo no ranking no Ideb, o município sertanejo também se consolidou com a melhor nota na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe) entre as cidades com mais de 100 mil habitantes.

Pela primeira vez, Petrolina superou o patamar da nota 6 no estudo produzido pelo Governo do Estado. Nos anos iniciais, as escolas municipais da cidade sertaneja lideram o ranking com uma média 6,04 – representando a maior evolução do município no indicador. Em 2016, Petrolina teve nota 5,35; já em 2017, a média obtida foi 5,52; por fim, em 2018, subiu para 5,69.

A evolução também foi constatada nos anos finais. Petrolina aparece com a melhor nota entre as cidades com mais de 100 mil habitantes. As escolas municipais petrolinenses conquistaram média 4,8. A cidade registrou um crescimento substancial já que havia alcançado 4,65 (em 2016), 4,5 (em 2017) e 4,72 (em 2018).

As notas de Petrolina (6,04 e 4,8) ainda superaram as médias de Pernambuco (5,13 e 4,17). Esses resultados, para o prefeito Miguel Coelho, reforçam a avaliação apontada anteriormente pelo Ministério da Educação, que colocam a cidade sertaneja como referência estadual no ensino público. “Estamos muito orgulhosos do trabalho realizado pelos nossos professores, pela equipe da Educação e por todos investimentos empreendidos. Estamos ampliando as melhorias nas creches e escolas, modernizando a rede com aulas de robótica, ensino em tempo integral e garantindo melhores condições de trabalho aos profissionais. O resultado disso tudo está aí confirmado tanto pelo Ministério da Educação quanto pelo Governo do Estado. Isso é motivo de orgulho não apenas para quem faz parte gestão, mas para todos os petrolinenses que percebem um avanço expressivo e o futuro melhor para nossas crianças”, comemorou Miguel.

O Idepe é um índice criado pelo Governo do Estado para avaliar o ensino básico nas escolas públicas. A análise leva em conta a proficiência e o fluxo escolar na rede de ensino. A avaliação ocorre anualmente e se baseia nos critérios de metodologia do Ideb, indicador divulgado a cada dois anos pelo Ministério da Educação.

Confira as notas dos municípios com mais de 100 mil habitantes:

ANOS INICIAIS
Petrolina 6,04
Caruaru 5,44
Garanhuns 5,25
Jaboatão 5,24
Recife 5,22
Paulista 5,15
Santa Cruz do Capibaribe 5,10
Igarassu 4,99
Olinda 4,94
Camaragibe 4,86
Cabo 4,77
São Lourenço 4,58
Vitória 4,13

ANOS FINAIS
Petrolina 4,8
Caruaru 4,39
Garanhuns 4,39
Igarassu 4,28
Recife 4,15
Jaboatão 4,13
Olinda 3,98
Paulista 3,92
Santa Cruz 3,88
São Lourenço 3,82
Cabo 3,73
Vitória 3,4
Camaragibe (não registrou nota)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar