Prefeitura de Juazeiro realiza vivências inclusivas com colaboradores em alusão à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), realizou nesta quinta-feira (26), vivências inclusivas com colaboradores da Seduc, com o intuito de sensibilizá-los em relação à convivência com pessoas com deficiência e a importância da acessibilidade. A ação é alusiva à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, realizada entre 21 e 28 de agosto, que este ano aborda o tema “É tempo de transformar conhecimento em ação”.

No prédio da Seduc, foram disponibilizados objetos como bengalas, vendas e cadeiras de rodas, para simulações de situações cotidianas vivenciadas por pessoas com deficiência. A ação também contou com orientações da equipe multiprofissional do Núcleo de Atendimento Psicossocial e Inclusão (Napsi), da Seduc.

“É importante proporcionar momentos como esse, para que as pessoas possam ter contato com as dificuldades enfrentadas pelo outro e, dessa forma, valorizar e perceber a importância da acessibilidade”, destacou a coordenadora do Napsi, Creuza Lima.

Educação Especial

Desde o último sábado (21), a Seduc vem promovendo uma série de ações alusivas à Semana, entre elas, o encontro com professores que atuam com educação especial na Rede Municipal, que ocorreu na segunda e terça-feira.  A iniciativa reuniu, de forma escalonada, no auditório da Seduc, 90 professores para alinhamentos pedagógicos e discussão sobre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, tendo como tema norteador “Jardim da Inclusão”.

Nas escolas  municipais que possuem alunos com algum tipo de deficiência, simultaneamente às ações realizadas na Seduc, professores também desenvolvem um trabalho de sensibilização sobre inclusão social, com estudantes e familiares.

Semana Nacional da Pessoa com Deficiência 

Instituída pela Lei Federal Nº 13.585/2017, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla tem como objetivo, o desenvolvimento de conteúdos para sensibilização da sociedade sobre as necessidades específicas de organização social e de políticas públicas desse segmento, a fim de promover a inclusão e combater o preconceito e a discriminação.

Texto: Brena Souza – Ascom/Seduc/PMJ

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar