Lucinha Mota é indicada por Raquel Lyra para a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco

Nas redes sociais, após o anúncio que Lucinha fará parte do secretariado de Raquel, foi só aplausos e muitas mensagens positivas.

Nesta sexta-feira (30) foi divulgado uma terceira lista do secretariado da governadora eleita Raquel Lyra. E na lista consta a ativista social e humanitária que luta por justiça e pelo respeito aos Direitos Humanos, Lucinha Mota.

Lucinha ficou conhecida em todo o Brasil pela sua luta por justiça após ter sua filha Beatriz Angélica assassinada em 2015 dentro de uma escola particular em Petrolina, Sertão pernambucano.

Lucinha tentou uma vaga na ALEPE pelo (PSDB) onde teve um total de 25.851 votos, mas não foi suficiente para ela ocupar uma cadeira.

Reconhecendo a sua luta e dedicação, a governadora eleita Raquel Lyra (PSDB), na noite sexta-feira (30), anunciou que Lucinha fará parte do seu secretariado, onde ocupará a posição de Secretária de Justiça e Direitos Humanos.

Nas redes sociais, após o anúncio que Lucinha fará parte do secretariado de Raquel, foi só aplausos e muitas mensagens positivas.

LUCINHA MOTA: Ativista social e humanitária na luta por justiça e pelo respeito aos Direitos Humanos, Lucinha Mota é graduanda em Direito e suplente de deputada estadual por Pernambuco.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar