Osvaldo Coelho: Um homem de espírito público

Osvaldo Coelho (DEM) prova que tem, definitivamente, espírito público. Ou como dizem em Petrolina, é um deputado sem mandato. Agora, surgiu a oportunidade do líder democrata recuperá-lo, nem que seja por pouco tempo.

Explica-se: com a ida de André de Paula para o primeiro escalão do Governo Paulo Câmara, abriu-se uma vaga na Câmara dos Deputados, já que o mandato de André como parlamentar só termina em fevereiro de 2015. O primeiro suplente da coligação seria Edgar Moury Fernandes (PMDB), que ficaria um mês no Congresso para cumprir o restante do mandato.

Fernandes preferiu não aceitar. Justificou que queria “homenagear” Osvaldo, o segundo suplente, permitindo que retornasse à Câmara Federal. Se foi uma homenagem ou orgulho do peemedebista, não importa.

O que deve ser ressaltado é a disposição do líder democrata, que no alto dos seus 83 anos e com limitações físicas por conta da saúde, encarou o desafio de passar um mês no Congresso. “Na política a gente não pode se omitir”, declarou. Osvaldo assumirá o mandato no dia 2 de janeiro de 2015, ficando até 2 de fevereiro. Certamente a Câmara Federal será enriquecida durante esse período.

 

(Fonte)C.Brito

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar