Transposição e proteção são discutidos em reunião no Sertão de PE

 

 

 

Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco está em Salgueiro,PE.
Membros da sociedade civil e empresas também participam da reunião.

trasnpo

Acontece em Salgueiro, Sertão pernambucano, nesta terça (2) e quarta (3), a última reunião deste ano dos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) com representantes de municípios da região e técnicos do Ministério da Integração. O encontro visa discutir assuntos relacionados a obra da transposição e ações de proteção necessárias para manter o Velho Chico.

O projeto de integração do São Francisco é a maior obra de infraestrutura do país. São 477 km de obras que englobam quatro túneis, 14 aquedutos, nove estações de bombeamento e 27 reservatórios. Segundo Frederico Meira, coordenador geral de acompanhamento de obras da transposição, todo o trabalho vem evoluindo desde 2013. “Alcançamos o ápice da obra agora, ou seja, a tendência é a partir de dezembro, janeiro, até alguns meses seguintes a gente entre na fase de conclusão da obra”.

Empresas que usam as águas do rio e a sociedade civil estão presentes para colocar os seus pontos de vista e auxiliar no encontro das soluções viáveis para o melhor aproveitamento. “As águas do São Francisco são reservadas para energia. Se não rever o problema da água para esse fim pode também comprometer o projeto da transposição como já está comprometendo a navegação, a irrigação e o abastecimento.”, declara o membro titular do CBHSF, Almacks Silva.

Já nesta quarta-feira (3), os membros se reúnem na Câmara de Vereadores de Salgueiro para avaliar as questões de construção de novas hidrelétricas no Rio São Francisco.

 

(Fonte): G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar