Estátua do bode que desapareceu é encontrada em ateliê de Petrolina

Estátua do Bodódromo só foi localizada nesta quarta no ateliê de um artista.
Prefeitura de Petrolina deu autorização para que a estátua fosse reformada.

Foi encontrada nesta quarta-feira (28), a  estatua do bode, que ficava na entrada do complexo gastronômico do Bodódromo, um dos principais pontos turírticos de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A escultura sumiu nesta terça-feira (27) e deixou muitos pessoas intrigadas. A Prefeitura de Petrolina e a Polícia desconheciam o destino que havia sido dado ao símbolo do complexo gastronômico.

A estátua foi encontrada no ateliê do artista plástico Paulo Soares. O profissional foi contratado por um dono de restaurante do próprio bodódromo para que ela pudesse ser restaurada. “Pegamos o bode em um guincho e trouxemos para cá, porque ficava impossível de trabalhar lá no local. Teríamos que armar uma barraca, cercar e colocar segurança por causa dos equipamentos e materiais. Por isso achei melhor trazer para o ateliê”.

A Prefeitura informou que desconhecia o paradeiro da estátua e depois encaminhou nota comunicando que a escultura estava com o artista Paulo Soares e que a permissão foi dada pelo órgão. “Não tem nada escondido. Não tem furto. Está tudo a céu aberto e revelado”, comentou o artista.

Bastante danificada, a restauração da estátua será completa. As partes do bode que estão quebradas serão recolocadas e será aplicada uma nova pintura. A previsão é de que até o de 7 de fevereiro a estátua volte para o Bodódromo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar