Incentivos fiscais de Petrolina atraem novas empresas

A atração de novas empresas tem sido tentada nos últimos anos em Petrolina e um dos motivos são os incentivos fiscais da região. A cidade passa por um momento de aceleração nos seus indicadores econômicos e aquecimento de suas atividades.

A companhia italiana Food & Innovative Technologies (FIT), de tecnologia para o setor hortifrúti, é a próxima empresa a instalar este ano uma fábrica em Petrolina (PE), no Vale do São Francisco. A empresa, que faturou € 1 bilhão em 2014, pretende investir R$ 60 milhões na unidade, onde fabricará um equipamento que elimina microorganismos que aceleram o apodrecimento de frutas e verduras.

Os incentivos fiscais, que são um instrumento de política pública utilizado pela cidade para estimular a industrialização, foram citados pela companhia italiana Food & Innovative Technologies como sendo um dos fatores que motivaram a vinda da empresa para Petrolina. A perspectiva que se tem gerado diante dessas relações macroeconômicas entre as esferas públicas e privadas, a partir da política de benefícios fiscais, implantada pela cidade de Petrolina, é motivada e fundamentada dentro das leis do mercado.

Outro fator que também colaborou foi a intensa produção de frutas para exportação da região do vale. Petrolina, devido ao clima seco e a irrigação, tornou-se a maior exportadora de frutas e o segundo maior centro vinícola do país. O município é um dos principais produtores de uva, manga, acerola, banana e goiaba do Brasil.

O atual diretor comercial do grupo italiano, Nicola Gallone comandará as operações da empresa no Brasil. Segundo o executivo, a decisão de instalação da fábrica no município de Petrolina, no sertão pernambucano, foi motivada pelo elevado interesse dos produtores de frutas da região e do poder público municipal no empreendimento.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar