Delegados revelam andamento das investigações sobre a morte de PM, e alerta sobre divulgação das fotos de falsos envolvidos na internet

coletiva_ok
Delegados Magno Neves e Sara Machado investigam morte de policial militar em Petrolina (Foto: Juliane Peixinho)

Até sexta-feira (13) serão divulgados dos envolvidos na morte do policial.
Delegada alerta sobre divulgação das fotos de falsos envolvidos na internet.

Uma coletiva foi convocada nesta segunda-feira (9) para informar sobre o andamento das investigações da morte do policial militar assassinado no dia 1º de março em um bar no bairro José e Maria em Petrolina. De acordo com o delegado da 26ª Delegacia de Polícia Civil, Magno Neves, até sexta-feira (13) serão divulgados os nomes das pessoas envolvidas no crime.

Segundo o delegado, as investigações estão em fase de conclusão. “Todos que participaram da morte do policial serão punidos e será decretada a prisão preventiva deles através da Delegacia de Homicídios”, destaca Neves

A delegada de Homicídios de Petrolina, Sara Machado, alerta à população para a divulgação de fotos falsas de suspeitos através de redes sociais. “As pessoas que estão divulgando fotos e imagens via rede social e whatsapp devem parar, porque estão dificultando a investigação e vão poder ser responsabilizadas por conta disso. Essas pessoas que aparecem nas fotografias que não têm vinculação com a prática do homicídio do policial”, argumenta a delegada Sara.

Neste ano, na cidade de Petrolina já aconteceram 24 homicídios. “Estamos com cerca de 60% de elucidação dos homicídios na cidade. Temos uma quantidade de homicídios vinculada ao tráfico de drogas e vítimas relacionadas ao mundo do crime”, explica Sara Machado.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar