Usuários cobram estrutura do ponto das barquinhas e projeto para orla I em Petrolina, PE

Há mais de 20 anos, existe a cobrança de projeto de revitalização da orla.
Secretária afirma que projeto foi finalizado e será apresentado ao MPF.

orla-de-petrolina

Os usuários do transporte fluvial que passam pelo ponto das barquinhas, na Orla I de Petrolina reclamam da falta de estrutura, de acessibilidade e de conforto no local. Há mais de 20 anos, há uma cobrança de um projeto de revitalização, que nunca foi apresentado e executado pela gestão municipal.

Às margens do Rio São Francisco, o ponto das barquinhas era para ser um dos atrativos turísticos de Petrolina.  Mas, a falta de infraestrutura gera muitas reclamações e insatisfação do serviço. O estudante Rafael Felizardo usa o transporte quase todos os dias para ir a faculdade, em Juazeiro, na Bahia. Ele diz que o local poderia oferecer uma estrutura melhor. “Se tivesse uma cobertura com vários bancos, que protegesse do sol e da chuva também”, destaca.

Outro estudante George Rodrigues da Silva também reclama da situação. “Acho que se fosse pavimentada, acho que mais iluminada à noite, porque aqui é perigoso. Acho que o acesso fica mais fácil”, destaca.

Ponto das barquinhas na Orla I de Petrolina (Foto: Reprodução/ G1)
Ponto das barquinhas na Orla I de Petrolina (Foto: Reprodução)

A acessibilidade é um dos itens do projeto, porque é uma tarefa muito difícil pra quem tem dificuldade de locomoção. “Seria melhor uma rampa do que uma escada. E seria melhor para as pernas da gente. E tem muita gente velha que sobe aqui e sem puder”, comenta Otília Augusta de Moura.

De acordo com o presidente da Associação de Travessia das Barquinhas, Luiz Raimundo Pereira, essas mudanças deveriam ser feitas por um projeto de revitalização que existe há mais de 20 anos, mas até agora nada saiu do papel.“Esperamos que voltem a fazer um projeto que realize realmente para que possamos dar um atendimento melhor aos passageiros”, relata.

O presidente da ATB pensa em fazer as melhorias por conta da associação.“Eu vou na prefeitura para saber se eu posso fazer uma cobertura provisória. Porque se eu for fazer por conta própria vão mandar parar o serviço. Então eu quero saber com quem eu pego a autorização para fazermos pelo menos uma pequena proteção para os passageiros com mais conforto”, explica Luiz.

A secretária de Infraestrutura e Mobilidade Urbana de Petrolina, Tatyanne Lima, informou que existe um projeto para tratar do acesso às barquinhas. ” Nós finalizamos nesta sexta-feira (13) e temos uma determinação do Ministério Publico Federal (MPF) de não fazer intervenções nesta área próxima ao rio. Vamos pegar o projeto e vai remeter ao Ministério Público para solicitar deles a autorização para executar o projeto do jeito que está”, explica.

Ainda segundo a secretária, o projeto prevê a construção de uma tenda e assentos. “Nós teremos alguns quiosques para os ambulantes para retirar essas barracas sem tanta estrutura. Vai ter a pavimentação do acesso as barquinhas. Será feita uma tenda grande com bancos, para mais ou menos 100 pessoas para aguardarem sentadas a saída barquinha e trabalhamos a acessibilidade no projeto para atender os cadeirantes. Vamos entregar no Ministério Público. E semana que vem será dada uma posição”, esclarece Tatiane.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar