Juazeiro-Bahia, 30 dias sem homicídio. Um recorde!

 coronel-alfredo-nascimento-768x512
[ad name=”728×90″]Durante a solenidade de inauguração da nova sede da 75ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Juazeiro, que aconteceu na manhã de ontem (29), a Polícia Militar comemorou um recorde: 29 dias sem nenhum registro de homicídio em Juazeiro.

O Governador do Estado da Bahia, Rui Costa e o Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, presentes no evento, parabenizaram o comandante do CPRN, coronel Alfredo Nascimento, que vem desenvolvendo o programa “Um Norte para Todos”, com diversas operações preventivas e que já deram resultados positivos na diminuição dos índices de violência.

O Portal Preto No Branco conversou com o comandante do CPRN, coronel Alfredo Nascimento, que atribuiu este recorde a um trabalho planejado e em conjunto com a comunidade.

“A gente perdeu até a noção de há quanto tempo Juazeiro ficou sem registrar um homicídio. Isso é fruto de um planejamento. Nós implantamos, desde que assumimos este comando, um programa intitulado “Um Norte para Todos”, de onde saíram diversas operações. Foi criada uma força tática, Legionários do Norte, que vem se intensificando e trabalhando em conjunto com a Rondesp (Rondas Especializadas)”

“Desenvolvemos um trabalho cientifico, considerando os horários e locais das ocorrências, para saber onde, como e quando age a criminalidade e assim poder atuar com mais intensidade nessas regiões. Juazeiro foi pioneira na realização do programa “Um Norte para Todos” e este projeto piloto já está servindo de modelo para outras regiões. A Polícia Militar, composta de valiosos guerreiros, e a população estão de parabéns”.
Segundo o Comandante, este trabalho de prevenção e combate à violência segue o princípio de polícia cidadã, sem excessos, com base na legislação e respeitando o direito de todos. O maior deles, a garantia à segurança e a integridade das pessoas.

“A Policia Militar se envolve diretamente com a comunidade, nossa maior parceira. Passamos para o policial que quando ele tira a farda, passa a ser também uma pessoa da comunidade. Nossa interação com a comunidade é efetiva. Este comandante participar ativamente da vida da comunidade e seus comandados, da mesma forma, devem ter uma imagem positiva perante ela. Seja no exercício da função ou junto com seus familiares, amigos, vizinhos, devemos ser exemplos”, concluiu o Coronel Alfredo Nascimento.
Hoje, dia 30 de julho, também não se registrou nenhum homicídio em Juazeiro. Contamos assim, 30 dias sem crime. Vamos apostar na cultura da paz!

Por: Pretonobranco.org
[ad name=”350×250″]

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios