Paulo Câmara entrega conjunto habitacional em Olinda

Com oito blocos de apartamentos, residencial consolida o sonho da casa própria para 224 famílias pernambucanas

OLINDA – O governador Paulo Câmara realizou, nesta sexta-feira (06/12), a entrega do conjunto habitacional Júlia Beatriz às 224 famílias beneficiárias dos imóveis, no bairro de Rio Doce, em Olinda, Região Metropolitana do Recife. O Governo de Estado de Pernambuco cedeu o terreno para a construção, no valor de aproximadamente R$ 445 mil, e investiu mais R$ 500 mil nas obras iniciais de terraplenagem e drenagem. O residencial integra o programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, de onde recebeu investimentos da ordem de R$ 15 milhões.

Paulo Câmara comentou a representatividade dessa conquista para os novos moradores, que realizaram o sonho da casa própria. “Foi uma luta, uma resistência dos que moram aqui. São 12 anos e nós conseguimos, efetivamente, entregar uma obra que é importante, pois são 224 famílias que vão passar o Natal numa moradia digna, com cidadania, podendo ter cada vez mais condições de ter uma qualidade de vida melhor”, disse o governador, reafirmando que a agenda de habitação e moradia também é uma prioridade da sua gestão.

“O Governo do Estado tem essa preocupação. Quando nós assumimos, em 2015, o nosso objetivo era dar andamento a esses projetos que estavam parados e que precisavam ganhar velocidade. Foram três anos de construção, mas hoje é uma realidade, e é só visitar os apartamentos e ver que a construção é bem feita, que dá dignidade, que dá moradia de qualidade às pessoas. Isso engrandece muito tudo aquilo que a gente quer fazer, que é garantir condições de a população viver melhor no nosso Estado”, concluiu Paulo Câmara, citando a parceria com o Movimento Independente Sem Teto (MIST).

O habitacional é destinado a pessoas de baixa renda, integrantes de movimentos de luta por moradia. O residencial tem oito blocos e cada apartamento possui 48 m², distribuídos em sala, dois quartos, banheiro e cozinha. Do total dos imóveis, oito serão destinados a portadores de deficiência física. O empreendimento conta ainda com playground, pracinha, estacionamento e um centro comunitário.

A cuidadora de idosos Mônica Gomes, de 46 anos, morava de aluguel há 25, e ter a casa própria foi um sonho realizado. “Foi a melhor coisa que Deus me deu em 2019. Fiz até uma promessa a Nossa Senhora da Conceição que, no dia que eu recebesse a minha chave, iria do começo da ladeira até o fim toda de azul com um tijolo na cabeça para pagar minha promessa, e já paguei”, contou emocionada a nova moradora do Júlia Beatriz.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, elogiou a capacidade de mobilização e de realizar parcerias dos novos moradores, e falou sobre o compromisso da gestão com a moradia. “Isso aqui comprova o compromisso do governo com a moradia, trabalhar em parceria para fazer mais. Vamos continuar trabalhando juntos para encontrar caminhos em momentos difíceis como esse, para que possamos fazer entregas tão bonitas como essa que tanto nos honra fazer parte”, afirmou o secretário.

Participaram ainda da solenidade a vice-governadora Luciana Santos; o deputado estadual  João Paulo; os vereadores Marcelo Soares e Márcio Barbosa; o diretor-presidente da Cehab Bruno Lisboa; o secretário de Desenvolvimento Social de Olinda Odin Neves;  o coordenador da União Nacional por Moradia Popular Marcos Cosmo; e a representante da Associação de Apoio aos Sem Teto da Região Nordeste Lídia Brunes.

HOMENAGEM – O nome do residencial Júlia Beatriz é uma homenagem à filha da coordenadora geral do Movimento Independente Sem Teto (MIST), Josidete Barbosa da Silva, que também esteve presente na ocasião. Ela é uma das responsáveis pela luta incessante para conquista do terreno e construção do habitacional, resultando na realização do sonho da casa própria.

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios