Duas pessoas são presas suspeitas no envolvimento da morte do irmão do deputado Gonzaga Patriota, em Petrolina (PE)

A Secretaria De Defesa Social, através da Polícia Civil do Estado de Pernambuco, deflagrou na tarde desta sexta-feira 24/04/2020, a Segunda Fase da Operação de Intervenção Tática denominada No Rastro, decorrente de investigações realizadas pela Equipe da 25ª Delegacia de Homicídios de Petrolina, sob a coordenação do Delegado Magno Neves e do Delegado Gabriel Sapucaia, coordenada pela 26ª DESEC, vinculada à Diretoria Integrada do Interior 2 – DINTER 2.

A Operação foi decorrente da investigação em relação ao homicídio de ERCÍLIO FREIRE DOS SANTOS, irmão do Deputado Federal GONZAGA PATRIOTA, ocorrido no dia 03/02/2020, na cidade de Petrolina.

A Primeira Fase da Operação NO RASTRO resultou no cumprimento dos Mandados de Prisão Temporária em desfavor de duas pessoas, sendo o primeiro no dia 28/02/2020 e o segundo em 03/03/2020, além de cumprimentos de Mandados de Busca e Apreensão domiciliar.

Posteriormente, dando continuidade às investigações, as autoridades policiais da 25ª Delegacia de Homicídios de Petrolina representaram junto ao Juiz da Vara do Júri desta comarca, sendo deferidos os Mandados de Prisão Preventiva em relação aos investigados, incluindo o executor.

Esta Segunda Fase da Operação No Rastro foi realizada nas cidades de Petrolina – PE e de Lagoa Grande – PE e resultou no cumprimento dos Mandados de Prisão Preventiva em desfavor de dois alvos, dentre os quais a mentora intelectual do homicídio e um partícipe. Diligências continuam sendo realizadas com a finalidade de prender o executor do crime.

Os investigados foram indiciados e um deles recolhido à Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes e outra à Cadeia Pública Feminina de Petrolina.

A investigação contou com o apoio do Núcleo de Inteligência do Sertão (NI/DINTER 2), e no campo operacional com o apoio do 5° BPM , 2° BIESP e do GTA – Grupamento
Tático Aéreo da SDS.

A Operação foi coordenada pela 26ª DESEC e supervisionada pela Chefia de Polícia.

Com informações SDS-PE

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar