Secretaria de Educação de Juazeiro ouve demandas dos Agentes de Segurança Escolar

A segurança dentro das escolas municipais de Juazeiro é uma das principais preocupações da atual gestão, diante dos diversos casos de arrombamentos e furtos nas unidades escolares registrados nos últimos anos, como também o bem-estar dos profissionais que atuam nessa área. E nesta segunda-feira (11), os 62 Agentes de Segurança Escolar (ASE) concursados reuniram-se com o secretário adjunto da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), José Carlos Chastinet Junior e a gestora de Políticas Educacionais, Isabel Cristina de Carvalho Rosa, na sede da secretaria, para tratar das demandas da categoria.

É uma discussão muito proveitosa porque nós vemos que a gestão tem uma abertura para nos ouvir. Nós queremos que o trabalho de segurança escolar seja contínuo, que não haja interrupção nas próximas gestões ou na continuidade desta. Queremos gerenciar nossa própria categoria e isso tem um ganho muito importante. Esse momento foi muito importante porque estão reafirmando o compromisso com a gente e com o alunado”, contou o ASE Gildenor Gerônimo.

Durante a reunião, outras situações também foram relatadas por outros ASEs, como Javan Reis Alves, que há mais de 18 anos desempenha a função. Segundo ele, a categoria enfrentou desafios pela falta de estrutura dada aos agentes. “Nosso papel é fundamental para as escolas fazendo a prevenção de drogas, violência e de atos contra o patrimônio público. Muitas vezes nós não tínhamos nem material didático de expediente para trabalhar, para suprir a necessidade dos nossos irmãos e colegas de farda. Às vezes a gente tinha que tirar do próprio bolso para comprar o material”, explicou Javan, que na última gestão estava trabalhando interno na Guarda Civil Municipal de Juazeiro.

Diante de todos os relatos, os representantes da Seduc se comprometeram em levar as demandas à secretária da pasta, Normeide Carvalho, como também a prefeita do município, Suzana Ramos para que sejam avaliadas. Vale ressaltar que no Plano de Governo da atual gestão, está prevista a inserção de uma superintendência para os ASE em que possam realizar a gestão administrativa da categoria e de suas necessidades, contudo é preciso que haja uma reforma administrativa municipal.

Edição: Thamires Santos – Assessora de Imprensa da Seduc

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar