Técnica de enfermagem do hospital de campanha é a primeira a receber vacina contra a covid-19 em Petrolina

Petrolina recebeu 8.506 doses da vacina no primeiro lote enviado pelo Governo Federal.

Atuante durante toda a pandemia na linha de frente no combate ao coronavírus, a técnica em enfermagem Edneide Souza foi a primeira petrolinense a receber a vacina da Covid-19. A escolha da profissional foi uma homenagem a todos os trabalhadores de saúde para marcar o início da imunização na capital do Sertão do São Francisco, na tarde desta terça-feira (19).

Edneide Souza, 42 anos, dedica-se à enfermagem há mais de duas décadas. Atualmente, a técnica trabalha no hospital de campanha municipal, cuidando de pacientes com covid-19. Além de Edneide, foram vacinadas no ato simbólico a enfermeira da atenção básica Andrea Formiga e a técnica de enfermagem Joana Cariri, ambas também atuam na linha de frente contra o coronavírus e são da rede municipal.

Junto com as profissionais de enfermagem serão vacinados, nessas primeiras semanas, mais de 2.500 trabalhadores da saúde envolvidos diretamente no enfrentamento ao vírus. Também serão imunizados idosos atendidos em abrigos e outros serviços de longa permanência. Com isso, Petrolina aplicará as 8.506 doses que foram enviadas pelo Governo Federal no primeiro lote.

Emocionado no primeiro dia de imunização, o prefeito Miguel Coelho agradeceu a dedicação dos profissionais de saúde, ressaltou a necessidade da população acreditar na vacina e manter os protocolos de prevenção à covid-19. “Não tem como chegar nesse dia e não lembrar dos que perderam as vidas nessa pandemia. Então, apesar da grande esperança que chega com a vacina, continuamos enfrentando um momento muito doloroso. Por isso, expresso minha gratidão a todos os profissionais que estão nessa luta e clamo à população para acreditar na vacina e continuar se protegendo. Vamos juntos superar essa pandemia e ter dias melhores em Petrolina e em todo o Brasil”, falou o prefeito sertanejo.

Petrolina perdeu 166 vidas para a covid-19. Ainda assim, a cidade sertaneja é a que tem a menor mortalidade por coronavírus entre todos os municípios com mais de 200 mil habitantes no Nordeste. A meta da equipe de saúde de Petrolina agora é concluir a aplicação das 8.506 doses em duas semanas.

Fotos: Jonas Santos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar