O jogador Daniel Alves se manifesta sobre grave acusação de assédio sexual em Barcelona

O jogador Daniel Alves, atualmente a serviço do Pumas, do México, se manifestou a respeito da acusação de assédio sexual feita por uma mulher de Barcelona, na Espanha, que supostamente teria ocorrido na noite de 30 de dezembro do ano passado na casa noturna Sutton, que fica na capital catalã.

De acordo com a denúncia, a jovem afirma que foi ao banheiro da balada simultaneamente com Daniel Alves. Segundo ela, o futebolista teria tentado colocar a mão em suas partes íntimas. A mulher que disse ter sido assediada estava com várias amigas e, segundo imagens das câmeras de segurança do estabelecimento, o grupo estava no local com o grupo de amigos de jogador, dançando.

Os registros feitos pelo circuito de monitoramento mostram também a ida dos dois ao banheiro casa, mas 47 segundos depois a jovem sai do local chorando e é amparada pelas amigas. Daniel Alves e seus companheiros, então, deixam a casa noturna na sequência.

“Primeiramente, gostaria de desmentir tudo. Eu estive nesse lugar, com mais gente, aproveitando. Todo mundo que me conhece sabe que eu adoro dançar. Eu estava aproveitando, mas sem invadir o espaço dos demais. Sempre respeitando o entorno”, disse o craque que por muitos anos vestiu a camisa do Barcelona numa entrevista ao Progama televisivo Y Ahora Sonsoles, da emissora espanhola Antena 3.

“Quando você decide ir ao banheiro não precisa perguntar quem está lá também. Sinto muito, mas não sei quem é esta senhorita. Não sei seu nome, não a conheço, nunca a vi antes na vida”, seguiu justificando o atleta.

Por fim, Daniel Alves ainda pediu que parassem com a acusação grave contra ele, que isso estaria “fazendo mal a ele e às pessoas que o cercam”. No entanto, o caso está nas mãos da polícia da Catalunha, que investiga a denúncia ouvindo testemunhas e tomando como base também as imagens das câmeras de segurança.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar