Prefeitura de Juazeiro monta esquema de atendimento de saúde para o Carnaval

Prezando pelo cuidado com a população, a Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), montou um esquema de atendimento e serviços de saúde durante o Carnaval 2023, que vai ocorrer de 3 a 5 de fevereiro. O município irá disponibilizar durante o percurso, pontos para atendimento de urgência, fiscalização para garantir a qualidade dos alimentos oferecidos e distribuição de preservativos nos circuitos Ivete Sangalo (Avenida Adolfo Viana) e Manuca Almeida (Orla I).

Atendimentos de Urgência

No circuito do Carnaval haverá pontos de atendimento para eventuais casos de urgência. A Policlínica Municipal, na Orla, será o ponto para um primeiro atendimento. No local haverá equipe com médico, enfermeiro e técnico de enfermagem. Além da Policlínica Municipal, a Sesau disponibilizará ambulâncias em pontos estratégicos na Avenida Adolfo Viana e Orla. A motolância do SAMU também dará suporte de forma itinerante no percurso.

Além dos atendimentos no percurso, a Sesau estará reforçando a equipe noturna da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Montamos estratégias para garantir o atendimento de saúde do folião que vai curtir o Carnaval em uma situação eventual. Dentro e fora do percurso, que é o caso da UPA, teremos um suporte nas equipes. Ainda assim, reforçamos que a população brinque, mas com responsabilidade, sempre”, destacou o secretário de Saúde de Juazeiro, Fernando Costa.

Vigilância em Saúde

A Vigilância em Saúde fará a distribuição de preservativos em pontos fixos nos percursos do Carnaval de Juazeiro e também com equipes itinerantes. “Fazemos essas ações para prevenir o aumento das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s). Então a gente tem aqui um serviço de saúde voltado especificamente para atuar nessa prevenção”, destacou a superintendente de Vigilância em Saúde de Juazeiro, Caroline Moraes.

Além disso, as equipes da Vigilância Sanitária farão fiscalização em trios elétricos e com os vendedores ambulantes, fazendo orientações quanto às normas corretas de manipulação de alimentos, principalmente em relação ao uso de equipamentos de proteção individual (EPIs), a exemplo de máscaras e toucas.

Texto: Amanda Franco – Ascom Sesau PMJ-

Fernanda Barros- Secretária de Comunicação PMJ

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar