Confirmado morte de detento no Complexo do Curado em Pernambuco

Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

Outros dois presidiários feridos durante tumulto passam por cirurgia; Secretaria irá abrir inquérito para apurar circunstâncias da morte do interno.

Durante o tumulto causado na manhã deste sábado (31), dois dos detentos feridos foram encaminhados ao Hospital Otávio de Freitas, em Tejipió, na Zona Oeste do Recife. Identificados como Alisson Avelino da Silva, de 21 anos, e Diogo Santos Lima, 20, os internos do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALB) passam por cirurgia neste momento. Outro detento encaminhado à unidade de saúde não resistiu e faleceu ao dar entrada no hospital.

Outros dois presidiários, com ferimentos leves, foram atendidos na própria enfermaria do presídio. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE), os detentos teriam sido feridos devido aos tiros disparados pelos policiais. A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informou que será aberto um inquérito para apurar as causas da morte do detento.

OPERAÇÃO-PADRÃO – Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes, Servidores, Empregados e Contratados no Sistema Penitenciário de Pernambuco (Sindadsp-PE), Nivaldo de Oliveira, a confusão teria sido causada devido ao cumprimento da norma de visitas às unidades, permitida apenas a partir das 8h30. Entretanto, outros gestores teriam permitido a entrada de familiares a partir das 7h. Segundo ele, o cumprimento das regras a partir deste sábado (31) teria gerado insatisfação de visitantes e detentos, dando início ao tumulto.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar