LAVA JATO AFETA OBRA DA TRANSPOSIÇÃO QUE DEMITE CERCA DE 2,5 MIL FUNCIONÁRIOS

0001

A Construtora Mendes Júnior demitiu cerca de 2,5 mil funcionários que trabalhavam nas obras da Transposição do São Francisco. A empresa estaria com dificuldades para receber repasses do Governo Federal em função de ser uma das empreiteiras investigadas pela operação Lava Jato da Polícia Federal que investiga denúncias de desvios e corrupção na Petrobras.

De acordo com matéria veiculada pelo JC Online, a Mendes Júnior é responsável pelas obras do Lote 8 da transposição, que registra 86,9% de execução física e abrange a construção de três estações de bombeamento do chamado Eixo Norte, entre os municípios de Cabrobó e Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. O Eixo Norte da Transposição liga Cabrobó a cidade de jati, no Ceará.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, não há registro de atrasos nos pagamentos por parte do Governo Federal e o cronograma está dentro da normalidade. O ministério informou, ainda, que a obra está com sua execução total em 70,7% e a previsão é que esteja totalmente concluído e em funcionamento em 2016.

 

(Fonte): B247pe

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar