Miguel Coelho dá ordem de serviço para início das obras da Maternidade municipal

Uma das demandas mais solicitadas pela população petrolinense começa a sair do papel. No último sábado (21), durante as comemorações de aniversário da cidade, o prefeito Miguel Coelho deu ordem de serviço para início da construção do Centro de Parto Normal. A maternidade municipal terá capacidade de realizar 150 partos por mês, desafogando o atendimento do Hospital Dom Malan.

A unidade será construída em frente ao Hospital Universitário, na área central da cidade. O Centro de Parto será adaptado no prédio onde funcionaria uma UPA. Quando estiver pronta, a sede terá capacidade para cinco leitos e funcionará todos os dias em período de 24 horas. A nova estrutura terá recepção, cinco apartamentos individuais, salas de vacina, de cuidados ao recém-nascido, área de deambulação (local de passeio das grávidas) e setor administrativo. Além disso, a maternidade contará com profissionais como médico, técnicos de enfermagem, enfermeiros obstetras, nutricionista e equipe administrativa.

O Centro de Parto Normal, segundo o prefeito Miguel Coelho, deve ser inaugurado em março de 2020, como forma de celebrar o mês da mulher. “As mães de Petrolina tem passado momentos de muita apreensão e medo por conta da superlotação no atendimento. Essa realidade não poderia mais esperar pelo Governo do Estado, por isso, decidimos construir uma casa de partos com recursos próprios. Dessa forma, estamos valorizando a vida das mães petrolinense a preservando o futuro de nossa cidade”, afirmou ao público presente no desfile de aniversário de Petrolina.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios