Dezembro Vermelho pauta as atividades da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes da UPAE/IMIP de Petrolina

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (CIPA/UPAE/IMIP) está trabalhando este mês com os funcionários e colaboradores do serviço a campanha Dezembro Vermelho – criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para lembrar a luta contra a AIDS e fortalecer a compreensão, solidariedade e apoio aos portadores do vírus.

O tema já foi trabalhado com os pacientes e usuários pelo Serviço Social e nestes dias 19 e 20 a campanha ganha força com o público interno através da CIPA. “O foco da nossa comissão é o corpo funcional e nós trabalhamos com ele todas as datas importantes da saúde. Com essas duas abordagens conseguimos atingir a todos”, comemora a presidente da CIPA, Síngryd Lima.

Para alcançar os objetivos e sensibilizar, a CIPA lançou mão de um momento de conversa in loco com os profissionais, ressaltando a importância da profilaxia 72 horas após a exposição e da realização dos testes rápidos disponibilizados pela UPAE.

Além disso, a comissão pegou os dados dos acidentes com material biológico da Unidade e transformou em informação. “Com os dados nós conseguimos realizar um alerta mais direcionado, pois os números correspondem à realidade do serviço. Então, foi bem positivo”, acrescenta a presidente.

“Nos serviços de saúde os profissionais são expostos aos riscos, por exemplo, com perfurocortantes. Então, além de fazermos campanhas sobre prevenção de acidentes também buscamos promover uma conscientização a respeito das notificações e cuidados”, salienta a também cipeira, Simone Teixeira.

Nesse contexto, vale ressaltar que a AIDS ainda não é uma doença sob controle no Brasil e ainda não tem cura, apesar dos avanços. Em geral, o HIV (vírus da Aids) é transmitido por meio de relações sexuais, através do compartilhamento de seringas, de acidentes com materiais perfurocortantes (no caso de profissionais de saúde) ou através do sangue (como em transfusões) e durante o parto, através da transmissão vertical de mãe para filho.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios