Embrapa atualiza fruticultores com dados dos mercados de manga e uva

Buscando atender às demandas de fruticultores do Vale do São Francisco, a Embrapa Semiárido criou dois observatórios de mercado, um para manga e outro para uva, as duas principais frutas produzidas na região. Ambos têm como objetivo oferecer subsídios que auxiliem a tomada de decisão estratégica dos produtores. Para tanto, são disponibilizadas informações de preços, na forma de gráficos, o que ajuda na compreensão da evolução do comportamento do mercado interno, externo e dos valores das exportações.

Observatório do Mercado da Manga foi implantado em 2020, totalizando cerca de 40 análises disponibilizadas ao longo do ano. Já o Observatório do Mercado da Uva teve início em abril de 2021. A iniciativa partiu dos próprios produtores que, ao acompanhar os dados da manga, solicitaram, através do Sindicato Patronal, que o mesmo trabalho fosse replicado para contemplar a viticultura.

O pesquisador João Ricardo Lima, responsável pelos observatórios, explica que os dados são importantes para análises de curto, médio e longo prazo na produção dessas frutas. “Em curto prazo, vão ajudar a entender a situação atual, em médio prazo ajudam a tomar as decisões de comercialização da safra e, em longo prazo, estimulam o debate sobre a sustentabilidade da cultura no Vale do São Francisco”.

Além disso, os observatórios podem contribuir na gestão de negócios. “Hoje em dia a fruticultura exige profissionalismo, o produtor precisa se transformar em empresário rural, ou seja, se preocupar não só com a produção em si, mas também com a gestão do seu negócio”, observa o pesquisador.

Para a criação do segundo observatório, João Ricardo afirma que o diálogo com os produtores foi essencial para entender suas demandas específicas. “Os produtores de uva acharam uma iniciativa importante e interessante, então foi conversado com eles o melhor formato do material, o tipo de informação que desejavam receber e quais delas nós poderíamos atender, e o resultado final ficou tão bom que modificamos o formato do material enviado para os produtores de manga”.

Mesmo sendo criado recentemente, o Observatório da Uva já vem recebendo bom retorno dos usuários. “Além de serem disponibilizados no site da Embrapa, os dados circulam em redes sociais e aplicativos diversos, e felizmente recebemos mensagens dos produtores agradecendo pelas informações”, comenta o pesquisador.

“O Vale é rico em informações agronômicas da fruticultura e a gente vem agora complementar também com informações econômicas. Por isso, toda semana tudo é recalculado, atualizado, e com isso esperamos contribuir para o fortalecimento e sustentabilidade do setor que gera tanto emprego e renda na região, e ajuda a sustentar tantas famílias”, completa João Ricardo.

Dados analisados

Os Observatórios do Mercado da Manga e da Uva disponibilizam mensalmente relatórios sobre o mercado externo, trazendo informações como o volume exportado, receita de exportação e preço, com dados de mínimo, máximo, média e os valores do ano corrente.

Também contemplam o mercado interno, com a disponibilização semanal de dados como o preço mais baixo encontrado, o máximo, a média dos últimos anos, do ano anterior e o preço da semana corrente.

Para a manga são sondadas as variedades Tommy e Palmer, com base em dados do período de janeiro de 2012 até o presente. Para a uva são tratadas as variedades Arra-15 e BRS Vitória, utilizando dados de janeiro de 2017 até o presente.

Para o mercado externo, ambos os observatórios utilizam as bases de dados do ComexStat, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Já para o mercado interno a fonte utilizada é o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP).

Acesse aqui:

Observatório do Mercado da Manga

Observatório do Mercado da Uva 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar