Restaurante é flagrado furtando energia elétrica no bairro Jatobá em Petrolina (PE)

Equipe da Neoenergia Pernambuco identificou um desvio no consumo de energia no restaurante, que estava consumindo direto da rede de distribuição, sem passar pelo medidor

Um Restaurante localizado no bairro Jatobá, em Petrolina, foi flagrado furtando energia elétrica, nesta segunda-feira (25). Durante vistoria realizada pela equipe da Neoenergia Pernambuco, foi identificado um desvio direto na rede de distribuição de energia elétrica que ligava o estabelecimento. Além de crime, este tipo de ação prejudica a qualidade da energia para toda a região e pode causar sérios riscos de acidente dentro e fora do estabelecimento.

O volume de energia recuperada com esta ação foi de 24.000 kWh, equivalente ao consumo de cerca de 200 residências por um mês. Toda energia não medida e consumida pelo cliente será cobrada por meio de processo administrativo. A fraude no restaurante foi retirada, o cliente foi regularizado e a energia voltou a ser medida de forma regular.

O setor de inteligência da Neoenergia Pernambuco identificou a existência da fraude por meio de cruzamento de dados de energia injetada e consumo dos clientes da região. Uma equipe foi enviada à região e encontrou o furto. “Este tipo de prática ilegal deve ser combatido, não apenas por ser furto de energia, mas também por caracterizar concorrência desleal, o que leva a uma vantagem indevida frente a outros estabelecimentos”, afirmou o supervisor de recuperação de energia da Neoenergia Pernambuco, Ícaro Bezerra.

Há aproximadamente um mês, a Neoenergia Pernambuco tem trabalhado com campanhas publicitárias educativas com a finalidade de conscientizar os pernambucanos na luta contra o consumo irregular de energia. É importante ressaltar que o furto de energia é crime sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Além de acarretar prejuízos à população, a prática representa riscos de acidentes graves.

Em caso de denúncias, os clientes podem entrar em contato pelos canais de atendimento da concessionária, sem a necessidade de identificação.

ASCOM: Neoenergia

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar