Total de cinco pessoas morrem por afogamento no Sertão de PE, em apenas três dias

Outras quatro tiveram princípio de afogamento.
Bombeiros recomendam redobrar os cuidados nesta época do ano.

afogado

Do sábado (27) a esta segunda-feira (29) foram registrados cinco mortes por afogamento e quatro princípios de afogamento em Petrolina e Santa Maria da Boa Vista, municípios do Sertão pernambucano. Dessas nove vítimas, cinco são crianças e adolescentes. Em 2014 foram mais de 20 casos do tipo, segundo o 4º Grupamento de Bombeiros Militares (4º GBM) em Petrolina.

De acordo com o aspirante do 4º GBM, Almery Ouriques, esta é a época do ano que acontecem a maior parte dos casos. “As pessoas estão de férias e procuram uma opção de lazer e para refrescar o calor. Algumas se descuidam e isso aumenta os riscos de afogamento”, conta.

Ainda segundo Almery, são comuns as ocorrências envolvendo crianças, pois os pais acabam não prestando a devida atenção. Outra incidência comum, são as pessoas que ingerem bebida alcoólica e entram na água. “Uma das recomendações é conhecer a área onde se decidiu tomar banho. É importante saber se tem pedras ou buracos e observar a correnteza e a profundidade”, complementa.

De acordo com o aspirante, quando alguém está se afogando tenta segurar em algo, então ao perceber que uma pessoa está precisando de ajuda é necessário ter alguns cuidados. “Se não for uma pessoa capacitada ou se não souber nadar direito é melhor evitar entrar na água. A pessoa afogada está deseperada, precisa de algo para se segurar. Se você chegar próximo, ela vai se agarrar e puxar você para baixo e você pode se tornar uma segunda vítima”, disse.

“A recomendação é lançar algum objeto que flutue, como um pedaço de madeira, garrafa PET, bola, boia, isopor, prancha ou qualquer outra coisa que ela possa se apoiar e ser removida para a margem”, conclui o bombeiro.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Fechar