Deixado em Hospital de Petrolina para ser doado quando bebê juntamente com irmão gêmeo sonha em conhecer família biológica

Sr. Genivaldo foi doado separadamente do seu irmão gêmeo, hoje ele tem 50 anos de idade

Foto Divulgação Arquivo Pessoal

Em 1968, entre Abril e Setembro, fui deixado no hospital Don Malan, em Petrolina, pela minha família biológica com o meu irmão gêmeo, não se sabe até hoje a razão. Outra família me pegou e me entregou pra a minha família adotiva, que mora em Afrânio, onde cresci, sem o meu irmão, que nunca tive contato.

Essa família que me entregou para meus pais adotivos Maria Tereza da Silva e Lourenço Manoel, eram amigos do meu pai (adotivo) e colegas dele da empresa ferroviária. Em algumas vezes eu tentei descobrir, mas não consegui fazer uma investigação melhor, mas agora eu decidi buscar as minhas raízes. Creio eu que sejam/estejam dessa/nessa região (de Petrolina). Hoje tenho 50 anos, resido na cidade de Petrolina, tenho 2 filhos. Meu nome é Genivaldo Manoel da Silva.

Caso tenha informações entrar em contato nos números:
(87) 98831-7566 / (89) 99468-1826 / (87) 98841-8658

Por: Genivaldo Manoel da Silva.

Artigos relacionados

3 pensamentos “Deixado em Hospital de Petrolina para ser doado quando bebê juntamente com irmão gêmeo sonha em conhecer família biológica”

Deixe uma resposta

Fechar